Bolsonaro negocia com dois partidos para disputar reeleição

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Brazilian President Jair Bolsonaro gestures as he speaks during a press conference on a new fuel tax policy at Planalto Palace in Brasilia on February 5, 2021. (Photo by EVARISTO SA / AFP) (Photo by EVARISTO SA/AFP via Getty Images)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Jair Bolsonaro se aproxima de dois partidos para disputar a reeleição presidencial em 2022. O chefe do Executivo não está vinculado a nenhuma legenda desde novembro de 2019, quando rompeu com o PSL (Partido Social Liberal), pelo qual se elegeu em 2018.

Segundo informações do jornal O Globo, o presidente está negociando com o Patriota e o PTB (Partido Trabalhista Brasileiro), com muito mais chances para a primeira sigla, pela qual Bolsonaro desistiu de se filiar em janeiro de 2018 para concorrer ao Planalto.

Leia também:

Após deixar o PSL, Bolsonaro tentou criar o Aliança Pelo Brasil, porém encontrou dificuldades para obter o registro junto ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Para poder disputar eleições, o Aliança precisaria ter coletado a assinatura de 491,9 mil eleitores - que devem ter firmas reconhecidas em cartório -, de no mínimo nove estados.

Bolsonaro chegou a se reaproximar do PSL em julho de 2020, porém a suposta reconciliação incomodou o senador Major Olímpio (PSL-SP), que ameaçou abandonar a sigla caso esta perdoasse o presidente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos