Bolsonaro nomeia general Pazuello para atuar em secretaria vinculada à Presidência

·1 minuto de leitura
BRASILIA, DF,  BRASIL,  20-05-2021 - Eduardo Pazuello. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
BRASILIA, DF, BRASIL, 20-05-2021 - Eduardo Pazuello. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O ex-ministro Eduardo Pazuello (Saúde) foi nomeado nesta terça-feira (1º) para um cargo na Secretaria de Assuntos Estratégicos, vinculada à presidência da República. Pazuello será secretário de Estudos Estratégicos no órgão, segundo edição extra do Diário Oficial da União.

O ex-ministro é um dos principais alvos da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Covid, por ter comandado a pasta durante o agravamento da pandemia no país.

Ele prestou depoimento ao colegiado, quando blindou o presidente Bolsonaro, e foi reconvocado.

Recentemente, ele participou de um ato político no Rio de Janeiro ao lado de Bolsonaro. Como militar da ativa, a presença do general na manifestação causou constrangimento no comando da Força e Pazuello teve que apresentar explicações em um processo disciplinar.