Bolsonaro nomeia ministro de Minas e Energia para conselho de Itaipu, cargo com remuneração de R$ 27 mil

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o ministro de Minas e Energia, Adolfo Sachsida, para o Conselho de Administração de Itaipu. Ele irá substituir no colegiado o presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp.

De acordo com o colunista Lauro Jardim, a remuneração dos conselheiros de Itaipu é R$ 27 mil. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) nesta segunda-feira e é assinada, além de Bolsonaro, pelo próprio Sachsida, já que Itaipu é vinculada ao seu ministério.

Limp teria mandato até maio de 2024, mas deixou o cargo "a pedido", de acordo com o decreto publicado no DOU. O mandato de Sachsida terá o mesmo prazo.

A indicação para conselhos de administração é uma forma tradicional de aumentar os rendimentos de membros do governo, já que a remuneração para os membros desses colegiados — batizada de jeton — não entra no cálculo do teto salarial.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos