Bolsonaro participa de motociata de 13 km sem capacete

Presidente Jair Bolsonaro participa de motociata sem capacete no 7 de setembro de 2022. Foto: Ivan Pacheco/AFP
Presidente Jair Bolsonaro participa de motociata sem capacete no 7 de setembro de 2022. Foto: Ivan Pacheco/AFP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Na motociata entre Glória e Copacabana, na zona sul do Rio, o presidente Jair Bolsonaro (PL) fez o trajeto de 13 km conduzindo uma moto, mais uma vez, sem o uso de um capacete.

Conforme o Código de Trânsito Brasileiro, dirigir sem o equipamento é infração gravíssima, passível de multa e da suspensão do direito de dirigir.

Em junho deste ano, a bancada do PT do Senado enviou um ofício ao ministro da Justiça, Anderson Torres, cobrando providências para a insistência do presidente em dirigir moto sem a proteção.

A Polícia Rodoviária Federal, a quem cabe essa fiscalização, está subordinada ao Ministério da Justiça.

Assim como o presidente, outras pessoas que participaram da motociata estavam sem o equipamento de segurança, incluindo crianças em garupas.

Ainda de acordo com a legislação em vigor, o capacete é necessário para passageiros. O código prevê ainda a retenção do veículo e o recolhimento do documento de habilitação do motorista.