Bolsonaro pede apoio para congelar salários de servidores e fala em 'remédio menos amargo'

Gustavo Maia e Manoel Ventura
O presidente Jair Bolsonaro

Em uma reunião marcada pelo tom conciliador, o presidente Jair Bolsonaro prometeu sancionar nesta quinta-feira o projeto de socorro federal de R$ 60 bilhões a estados e municípios. Com apoio dos governadores, o presidente também confirmou que irá vetar a possibilidade de reajustes para servidores públicos. Com isso, o funcionalismo de União, estados e municípios terão os salários congelados até 2021.