Bolsonaro pede soluções para "impasses pontuais" entre países no Mercosul

Lisandra Paraguassu
·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro no Palácio do Planalto

Por Lisandra Paraguassu

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro usou sua fala na abertura da Cúpula do Mercosul nesta quarta-feira para criticar "impasses pontuais" entre os países e pedir soluções, para evitar que o bloco seja superado por outras organizações semelhantes.

"Não posso deixar de registrar preocupação com impasses pontuais entre os Estados-pares. Devemos deixar de lado essas discordâncias que pertencem a um passado que já foi superado. Precisamos trabalhar juntos para não sermos ultrapassados por outros mecanismos similares aos nossos. Queremos estar nas primeiras fileiras, não no pelotão de trás do desenvolvimento", disse.

O governo brasileiro tem reclamado de entraves no comércio com a Argentina, que teria retomado medidas que dificultam a importação dentro do bloco.

Bolsonaro disse ainda que as diferenças na visão econômica entre os países do bloco não impediram avanços e que os países continuarão atuando com "flexibilidade e pragmatismo", e cobrou que os quatro países --Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai-- trabalhem mais "em defesa da democracia em nossa região".