Bolsonaro pode encontrar com líder ultradireitista da Hungria em viagem à Europa

·1 min de leitura
Bolsonaro pode encontrar com líder ultradireitista da Hungria em viagem à Europa (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Bolsonaro pode encontrar com líder ultradireitista da Hungria em viagem à Europa (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
  • Bolsonaro deverá se reunir com o líder da ultradireita húngara, o primeiro-ministro Viktor Orbán

  • Encontro pode ocorrer em fevereiro, quando Bolsonaro estará na Europa

  • Diplomatas avaliam, porém, que agenda não ajuda na relação do Brasil com a Europa

O presidente Jair Bolsonaro deverá se reunir com o líder da ultradireita húngara, o primeiro-ministro Viktor Orbán, em fevereiro. A informação foi divulgada pelo colunista do jornal O Globo Lauro Jardim.

A intenção é a de que o presidente aproveite a viagem que fará à Europa no mês que vem para viabilizar o encontro.

Primeiramente, Bolsonaro irá se reunir com o presidente da Rússia, Vladimir Putin, depois seguirá para Budapeste.

Diplomatas, no entanto, disseram à coluna do Lauro Jardim que o encontro com o líder da ultradireita húngara não auxilia na relação do governo brasileiro com a Europa.

Caso o encontro ocorra, não será o primeiro em que o presidente esteve com representantes da extrema direita da Europa.

Em agosto do ano passado, Bolsonaro se encontrou com a deputada alemã Beatrix von Storch, do partido de direita Alternativa para a Alemanha.

Em suas redes sociais, a deputada postou uma foto ao lado do presidente com a legenda "em um momento em que a esquerda está promovendo sua ideologia por meio de suas redes e organizações internacionais em nível global, nós, conservadores, devemos nos unir".

Em entrevista à BBC News Brasil, a deputada disse que sua visita ao Brasil faz parte do projeto de criação do que chamou de uma "internacional conservadora".

"Há muito tempo existe uma internacional socialista. Precisamos de algo como uma 'internacional conservadora'. Não exatamente como uma organização formal, mas como uma rede de troca de informações, discussão de estratégias e possíveis soluções para problemas internacionais", avaliou Beatrix Von Storch.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos