Bolsonaro prepara saída do país e deve viajar para os Estados Unidos antes do fim do mandato

O presidente Jair Bolsonaro deverá deixar o Brasil antes do fim do seu mandato e embarcar para os Estados Unidos nos próximos dias. O governo federal já realiza alguns preparativos para a eventual viagem, embora não confirme oficialmente para onde o chefe do Executivo irá.

Veja também: Bolsonaro veta projeto que permitia remanejamento do orçamento secreto

Transição: Bolsonaro nomeia comandante do Exército escolhido por Lula

Na manhã desta quarta-feira, um avião da Presidência decolou rumo a Orlando, um dos possíveis destinos de Bolsonaro. Essa aeronave costuma ser utilizada na preparação de viagens do presidente e normalmente parte dias antes em direção ao local onde Bolsonaro vai.

Também nesta quarta, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) uma autorização para que uma funcionária do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) viaje para Miami para "compor a equipe de segurança de familiar" de Bolsonaro. Segundo o GLOBO apurou, a agente deve acompanhar a primeira-dama Michelle Bolsonaro. Orlando e Miami ficam no mesmo estado, a Flórida, separadas por cerca de 380 quilômetros.

Bolsonaro deseja deixar o país antes do fim do mandato para poder utilizar no deslocamento um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), benefício garantido somente enquanto ele estiver no cargo. O presidente não deverá passar a faixa para o seu sucessor, presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), na cerimônia de posse, que será realizada no domingo.

Aliados tentavam convencer o presidente a convocar, antes de viajar, uma reunião de despedida com ministros e assessores mais próximos. Em entrevista à CNN Brasil, contudo, Bolsonaro negou que pretenda realizar o encontro. Entre esses aliados, também há a sugestão para que ele grave uma mensagem aos apoiadores. Uma ala do entorno do presidente considera que a antecipação da saída pode ser mal vista e encarada como uma espécie de fuga.

Na terça-feira, um caminhão de mudanças esteve no Palácio da Alvorada, residência do presidente. Foi pelo menos a terceira vez que um veículo desse tipo esteve no local nos últimos dias. Um caminhão da mesma empresa também já esteve no Palácio do Planalto para transportar objetos pessoais de Bolsonaro. O presidente tem ficado a maior parte do tempo no Alvorada, com idas eventuais ao Planalto. Nesta semana, ele teve duas passagens breves no Planalto, em uma delas para ir ao posto médico.