Bolsonaro quer acabar com lei que obriga brasileiros a se vacinarem contra a covid-19

·1 minuto de leitura
BRASILIA, BRAZIL - AUGUST 25: President of Brazil Jair Bolsonaro reacts during the commemoration of the Day of the Soldier at the military headquarters on August 25, 2021 in Brasilia, Brazil. (Photo by Andressa Anholete/Getty Images)
Bolsonaro quer editar Medida Provisória para vetar vacinação compulsória no Brasil (Foto: Andressa Anholete/Getty Images)
  • Bolsonaro quer revogar lei da vacinação compulsória contra a covid-19

  • Presidente da República sancionou o texto em fevereiro de 2020, quando não havia vacina no Brasil

  • Legislação deveria ter acabado em 2020, mas foi prorrogada pelo STF

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) quer acabar com a obrigatoriedade de vacinação contra a covid-19. A fala do presidente foi feita a apoiadores na manhã desta segunda-feira (6), na entrada do Palácio da Alvorada.

A lei que fala sobre a vacinação compulsória contra a doença foi proposta pelo governo federal e sancionada por Bolsonaro em fevereiro de 2020, quando ainda não havia imunizantes disponíveis. Agora, a ideia de Bolsonaro é editar uma Medida Provisória para revogar o trecho.

Leia também:

Bolsonaro afirmou que tentaria fazer a mudança depois de uma apoiadora expressar preocupação com o passaporte da vacina, criado em algumas cidades, como São Paulo e Rio de Janeiro. A medida veta a entrada de pessoas que não estejam imunizadas em determinados espaços, como eventos ou comércio.

Segundo o presidente, a lei da vacinação obrigatória deveria ter acabado no fim de 2020, quando ainda não havia imunizantes disponíveis no Brasil. No entanto, a Supremo Tribunal Federal prorrogou a medida.

“Quem prorrogou a lei foi o Supremo, era até 2020, que nem vacina tinha", disse. Vamos ver se eu consigo por MP revogar esse dispositivo da vacina aí”, declarou Jair Bolsonaro.

O texto, sancionado pelo presidente, permite que os estados e municípios possam adotar medidas que impõe a vacinação, como forma de combater a pandemia.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos