Bolsonaro quer aposentadoria de servidores públicos só depois dos 65

A equipe econômica do próximo governo estaria estudando implementar mudanças no sistema de previdência do Brasil (REUTERS/Paulo Whitaker)

A equipe econômica do próximo governo estaria estudando implementar mudanças no sistema previdenciário brasileiro. Uma reportagem do jornal O Globo, uma das ideias em pauta é aumentar a idade mínima para a aposentadoria dos servidores para 65 anos. A nova regra valeria para os servidores que ingressaram no serviço público depois de 2003.

Entenda

Essa ideia fez parte da proposta enviada por Michel Temer ao Congresso em 2016, mas desagradou fortemente setores do funcionalismo público. Especialistas defendem que a mudança pode tornar os regimes de aposentadoria de trabalhadores comuns e servidores mais igual. Servidores que já possuem o tempo de contribuição ou a idade necessária para a aposentadoria atual não seriam afetados.

Outras mudanças

Mais modificações propostas pelo novo governo incluem desvincular a aposentadoria do salário mínimo e antecipar o benefício para idosos e deficientes de baixa renda que não continuem para o regime, enquadrados na Lei Orgânica de Assistência Social. Assim, seria possível ter acesso parcial ao dinheiro, a partir dos 55 anos, e receber mais com o passar dos tempos.

Atualmente, existem mais de 1 milhão de servidores aposentados e 634 mil pessoas trabalhando. E com o passar dos anos, a expectativa é de que esse buraco nas contas aumente ainda mais.