Bolsonaro 'quer a cabeça de Tite' e apoia Renato Gaúcho no comando da seleção, diz jornal espanhol

·1 minuto de leitura

Jair Bolsonaro quer a cabeça de Tite, pelo menos é o que garante o jornal 'As', da Espanha. Segundo o veículo, o Presidente da República está pressionando a CBF para que o técnico seja demitido. O plano é colocar um técnico com ideologia política alinhada com a de seu governo no comando da Canarinho e o nome preferido é o de Renato Gaúcho.

O 'As' destaca que, segundo os assessores do Bolsonaro, "é uma questão de honra" para o presidente realizar o torneio no Brasil e o assunto é tratado como uma "guerra política". O presidente brasileiro reafirmou seu apoio incondicional ao torneio à Conmebol.

O que o comando do Palácio do Planalto e da CBF não contavam era com o motim dos jogadores brasileiros , que se uniram em torno de seu treinador e decidiram que não jogariam a Copa América, segundo o jornal.

Os jogadores se sentiram traídos e aproveitados pela diretoria da CBF, principalmente por Rogério Caboclo. Na sexta-feira, já se presumia que Caboclo demitira Tite antes do jogo contra o Equador. Mas a denúncia de assédio sexual e trabalhista interrompeu o processo e agora é mais provável que Caboclo seja obrigado a renunciar.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos