Bolsonaro reafirma compromisso com teto e descarta que medidas anticrise se tornem permanentes

RICARDO DELLA COLETTA
·1 minuto de leitura
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF,  12.01.2021 - O presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASÍLIA, DF, 12.01.2021 - O presidente Jair Bolsonaro durante evento no Palácio do Planalto. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro declarou nesta terça-feira (26) que o governo tem compromisso com o teto de gastos e descartou que medidas anticrise se tornem permanentes.

As fala do mandatário ocorre em meio à pressão pela renovação do auxílio emergencial, benefício criado para reduzir os impactos da crise da Covid-19 na população que perdeu renda na pandemia.

"No âmbito fiscal manteremos firme o compromisso com a regra do teto de despesas como âncora da sustentabilidade e credibilidade econômica", disse o presidente, em uma videoconferência promovida pelo banco Credit Suisse.

"Não vamos deixar que medidas temporárias relacionadas com a crise se tornem compromissos permanente de despesas".