Bolsonaro recebe convite da Marinha durante desfiles de tanque; entenda para quê

·2 min de leitura
  • Tanques da Marinha fizeram desfile por Brasília na manhã desta terça-feira

  • Presidente Jair Bolsonaro recebeu convite para participar de treinamento militar, a Operação Formosa

  • Desfile acontece no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados vota a PEC do voto impresso

Na manhã desta terça-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) recebeu o convite da Marinha para a Operação Formosa, treinamento militar que acontecerá no dia 16 de agosto e contará com 2,5 mil militares.

A entrega do convite foi feita ao final de uma exibição de tanques, que passou pela Praça dos Três Poderes e chegou até o Palácio do Planalto, onde o presidente acompanhava o desfile, ao lado do ministro da Defesa, general Braga Netto.

Reprodução
Bolsonaro recebeu convite para Operação Formosa, treinamento da Marinha (Foto: Reprodução)

Leia também

O desfile acontece no mesmo dia em que a Câmara dos Deputados vota a Proposta de Emenda à Constituição para a volta do voto impresso, proposta que tem sido defendida assiduamente pelo presidente da República. A expectativa é que a PEC seja reprovada pelos parlamentares, assim como foi rejeitada na Comissão Especial que tratava do assunto.

Sobre o desfile, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), aliado de Bolsonaro, lamentou a "trágica coincidência" de o evento acontecer no mesmo dia da votação. A Marinha, responsável pelo desfile, negou qualquer relação com a decisão sobre o voto impresso.

Ideia de desfile teria partido do Planalto

Reprodução/Record
Presidente Jair Bolsonaro recebeu convite para Operação Formosa, da Marinha (Foto: Reprodução/Record TV)

Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, a ideia de mobilizar o efetivo militar partiu do Palácio do Planalto e da Ministério da Defesa.

Segundo a colunista Eliane Cantanhede, a sugestão foi feita pelo governo Bolsonaro na sexta-feira passada e tem relação direta com a votação pelo voto impresso, que acontece hoje na Câmara dos Deputados. A expectativa é que a maioria dos deputados vote contra a PEC.

O desfile de tanques da Marinha costuma acontecer anualmente, mas não no centro de Brasília, como desta vez. A ordem para o evento acontecer em frente ao Planalto teria sido dada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e pelo ministro da Defesa, o general Braga Netto.

O itinerário do destile foi: atravessar Esplanada dos Ministérios, contornar o Congresso, passar em frente ao Supremo e chegar até o Palácio do Planalto para entregar um convite para o maior exercício militar da Marinha, a Operação Formosa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos