Bolsonaro recebe Lira e Pacheco e diz que 'clima é o melhor possível'

Daniel Gullino
·2 minuto de leitura

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro recebeu nesta quarta-feira, no Palácio do Planalto, os novos presidentes da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG). Bolsonaro disse que o clima entre os três "é o melhor possível" e disse que apresentou sugestões de projetos a serem votados.

Leia: CNMP arquiva representação contra Aras por omissões na pandemia

— Uma satisfação muito grande receber a visita dos novos presidentes da Câmara e do Senado. Trocamos impressões, esse diálogo não começou hoje, começou durante a própria campanha. Apresentamos uma sugestão de pautas para os presidentes da Câmara e do Senado — disse Bolsonaro, em pronunciamento após o encontro.

O presidente não detalhou quais foram as sugestões apresentadas, mas disse que elas incluem projetos que tratam da pandemia da Covid-19 e de reformas econômicas.

— Possam ter uma certeza absoluta. O clima é o melhor possível. Imperará a harmonia entre nós. Nessas sugestões de pautas, assuntos voltados, obviamente, para a pandemia, a saúde, economia e reformas do Estado. Mais uma vez agradeço a presença dos dois colegas de Parlamento.

Rodrigo Pacheco afirmou que as sugestões apresentadas serão avaliadas pelo colégio de líderes de cada Casa.

— Submeteremos aos nossos respectivos colégios de líderes, senadores e deputados, para que possamos apreciar a viabilidade da inclusão em pauta de cada um desses projetos — disse o presidente do Senado.

Lira e Pacheco foram ao Planalto após assinarem, em cerimônia no Congresso, uma declaração conjunta se comprometendo com a aprovação das reformas tributária e administrativa com celeridade. Eles também destacaram algumas Propostas de Emenda à Constituição, como a PEC Emergencial, a dos fundos públicos e a do pacto federativo.

Em documento assinado pelos chefes do Legislativo, eles defendem a retomada do auxílio emergencial durante a pandemia do novo coronavírus, mas ponderam que o teto de gastos deve ser respeitado.