Bolsonaro recua e diz que ameaças ao STF se deram no 'calor do momento'

(Arquivo) Em meio à queda de sua popularidade, Bolsonaro convocou a mobilização de suas bases no feriado de 7 de setembro, com protestos previstos para acontecer nas principais capitais do país

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos