Bolsonaro responde a Fux e diz que Brasil está em paz e que ninguém precisa temer atos do 7 de Setembro

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 29.03.2021 - O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 29.03.2021 - O presidente Jair Bolsonaro durante cerimônia no Palácio do Planalto, em Brasília. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou nesta quinta-feira (2) que ninguém precisa temer as manifestações de 7 de Setembro e que o Brasil "está em paz".

Ele respondeu ainda o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Luiz Fux, que afirmou que o tribunal estará "vigilante" no feriado da Independência e que "liberdade de expressão não abrange violência e ameaça".

"Hoje eu vi o ministro Fux dizendo que não pode haver democracia sem respeitar a Constituição. Palmas para o ministro Fux. Realmente não existe democracia se não respeitarmos a Constituição", disse Bolsonaro.

"Ninguém precisa temer o 7 de Setembro", afirmou. Ele também disse que os manifestantes no 7 de Setembro estarão clamando pelo o que Fux pediu nesta quinta.

Apesar de um histórico de ataques a ministros do STF, Bolsonaro disse também que, no seu entender, o "Brasil está em paz".

"Alguém já me viu brigando com algum Poder, alguma instituição, a não ser algo pontual? O Brasil está em paz, no meu entender", concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos