‘Bolsonaro sabe que perderá a eleição de 2022 e tem medo de ser preso’, diz Flávio Dino

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Governador do Maranhão disse que Bolsonaro sabe que perderá a eleição de 2022 e tem medo de ser preso

  • Em entrevista, Flávio Dino afirmou que presidente quer "tumultuar" porque "será derrotado"

  • Mas apontou que Bolsonaro não será bem sucedido em seu "propósito golpista"

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PSB), afirmou que o presidente Jair Bolsonaro busca “tumultuar” porque “sabe que perderá a eleição de 2022”.

Em entrevista na terça-feira (24), à Carta Capital, Dino apontou, no entanto, que Bolsonaro não será bem sucedido em seu “propósito golpista”.

Leia também:

“Bolsonaro quer rasgar a Constituição, pois é odeia a democracia, as pessoas e a vida. Ele sabe que perderá a eleição de 2022, então quer bagunçar e tumultuar, pois, se tiver eleição, segundo as regras do jogo, ele será derrotado”, disse.

“Na ótica dele, ele e os filhos serão presos. Eu não sei por que eles têm medo de serem presos. Eles devem saber, pois estão em pânico. Não há dúvida do propósito golpista do Bolsonaro e daqueles que são mais próximos”, afirmou.

O governador declarou também que, em caso de vitória do ex-presidente Lula, as Forças Armadas não impedirão o petista de governar. Na avaliação dele, as dificuldades enfrentadas pelo próximo presidente serão de origem econômica e social.

“A presidência da República tem um poder muito grande, inclusive sobre os militares. Eu não vejo que eles seriam um embaraço”, declarou. “Penso que os desafios serão, sobretudo, no terreno econômico e social porque o Bolsonaro vai deixar terra arrasada. O cenário é pior do que o de 2003”, acrescentou. “As Forças Armadas vão logo se acalmar e vão ver que isso [as ameaças] não dá em rigorosamente nada. É até feio no sentido estético esses espetáculos de muito mau gosto, como aquele desfile feito em Brasília."

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos