Bolsonaro se descola de Lula e lidera entre evangélicos, diz Datafolha

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 09.07.2022 - Após três anos, a Marcha para Jesus 2022 volta no formato tradicional, com concentração na estação da Luz, passando pelo corredor das avenidas Tiradentes e Santos Dumont e fim na praça Campo de Bagatelle, onde ocorrerão as falas dos líderes evangélicos e os shows de artistas gospel. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)
*** FOTO DE ARQUIVO *** SÃO PAULO, SP, 09.07.2022 - Após três anos, a Marcha para Jesus 2022 volta no formato tradicional, com concentração na estação da Luz, passando pelo corredor das avenidas Tiradentes e Santos Dumont e fim na praça Campo de Bagatelle, onde ocorrerão as falas dos líderes evangélicos e os shows de artistas gospel. (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) ampliou sua vantagem numérica sobre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) entre os evangélicos, aponta pesquisa Datafolha realizada nesta quarta (27) e quinta-feira (28). Assim, escapa do empate de técnico e lidera dentro desse segmento.

A diferença entre eles passou de 5 para 10 pontos percentuais no último mês: o atual mandatário oscilou positivamente de 40% para 43% das intenções de voto, enquanto o petista flutuou negativamente de 35% para 33%. As variações de ambos, porém, estão dentro da margem de erro para o grupo, de 3,9 pontos.

Entre os católicos, não houve diferença entre os dois últimos levantamentos. Lula continua liderando com mais que o dobro das intenções de voto (52%) que o principal rival (25%). Abaixo, é possível ver a evolução dos dois desde maio.

Para se ter ideia, 50% do eleitorado se declara católico e 27%, evangélico, segundo o próprio Datafolha. Outras religiões não foram consideradas porque as bases de dados são muito pequenas.

Essa última pesquisa foi feita nesta semana com 2.556 eleitores acima dos 16 anos em 183 cidades. Ela foi contratada pela Folha e está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sob o número BR-09088/2022.

A margem de erro total do levantamento é de dois pontos percentuais, para mais ou menos. Mas na segmentação por religião ela muda para: católicos (2,7 pontos) e evangélicos (3,9 pontos). Nesta análise foi considerada a pergunta estimulada, ou seja, em que os candidatos são nominalmente apresentados ao entrevistado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos