Bolsonaro sugere Brasilia para finalizar o Carioca e governador diz: 'Estamos em conversas'

Diogo Dantas
Estádio Mané Garrincha, em Brasília

Os clubes do Rio tentam criar uma alternativa para finalizar o Campeonato Carioca em maio caso as autoridades municipais e estaduais ampliem o período de isolamento social em função da pandemia do novo coronavírus.

Depois da sugestão do presidente Jair Bolsonaro, o governador do Distrito Federal Ibaneis Rocha colocou o estádio Mane Garrincha à disposição da Federação de Futebol do Rio.

Vale lembrar que Brasília reabriu parcialmente o comércio nos últimos dias, mesmo com o crescimento da doença em todo país.

Procurado, o governador confirmou a O GLOBO que mantém diálogo para receber as partidas.

- Estamos em conversas - afirmou.

A transferência dos jogos do Rio para Brasilia só aconteceria caso o governador Wilson Wizel não liberasse o uso do Maracanã. Os clubes aguardam novo decreto tambem do prefeito Marcelo Crivella até esta quinta-feira.

E ainda uma portaria do Ministério da Saúde que pode liberar nos próximos dias a disputa dos jogos de futebol no país, desde que seguindo os protocolos de segurança e saúde.

O Flamengo, através do presidente Rodolfo Landim e do vice de relações externas Luiz Eduardo Baptista, o Bap, lidera as conversas com as entidades cariocas e também com a Federação de Futebol do Rio. O Vasco também quer voltar, assim como os clubes menores, mas Fluminense e Botafogo se mostram mais resistentes.

A Ferj esbarra na questão logística, pois haveria necessidade de viagem de avião. A CBF autorizou o retorno aos treinos em maio, preferencialmente na segunda quinzena, mas cada clube terá que se adequar à situação de sua cidade. Caso haja acordo entre uma federação e uma cidade, a CBF não intefere.

Na semana passada, o presidente Bolsonaro brincou com o fato de poder ver o seu time campeão em Brasília.

— Estamos querendo trazer a final do Campeonato Carioca para Brasília. Nós vamos ver o Botafogo ser campeão aqui — declarou o torcedor alvinegro no Rio.