Bolsonaro sugere Tarcísio para o governo de SP e diz que Doria é obcecado pelo poder

O Globo
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA — O presidente Jair Bolsonaro voltou a criticar o governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Em conversa com apoiadores após chegar ao Palácio da Alvorada nesta segunda-feira, o presidente disse que o tucano é "obcecado pelo poder" e chegou a sugerir que o estado poderia adotar o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para o ano que vem, indicando uma possível candidatura ao governo paulista.

Durante a conversa, gravada, editada e publicada por um canal de apoiadores do presidente, Bolsonaro também conversou sobre a questão ambiental e pediu que seus apoiadores o ajudem na "guerra de informações", convencendo aqueles que rejeitam o presidente. Bolsonaro respondeu a elogios de um apoiador ao trabalho de Tarcísio à frente da pasta de Infraestrutura e disse que o ministro está "fazendo com menos".

— Dá um abraço no Tarcísio, diz que ele orgulha a classe dos engenheiros, viu, presidente? — disse um apoiador.

— Quem sabe São Paulo adote o Tarcísio no ano que vem — sugeriu Bolsonaro.

Um pouco antes, o mesmo apoiador já tinha pedido para que Bolsonaro focasse sua atenção no estado de São Paulo, atualmente governador por Doria, que se tornou um dos principais desafetos do presidente durante a crise da Covid-19.

— E não deixa de olhar o nosso estado lá. Sei que tem um problema lá, o cara lá é perigoso — afirmou o apoiador em referência ao governador João Doria.

— Obcecado pelo poder — respondeu Bolsonaro.

Após a divulgação do vídeo, o governador João Doria respondeu nas redes sociais o ataque do presidente. O tucano brincou que Bolsonaro tem "obsessão por sua calça apertada", referência à alcunha utilizada por bolsonaristas para falar sobre Doria.