Bolsonaro topa fazer o que nunca fez: pedir doações para a campanha

Valdemar Costa Neto tem dito a empresários em reuniões reservadas que, fora o fundo eleitoral de R$ 288 milhões que o PL já recebe, vai precisar de mais R$ 400 milhões em doações para fazer a campanha do partido — uma grana que servirá para tentar eleger os candidatos da legenda a deputado, ao governo e à Presidência

Aquém do esperado: Como andavam, há um mês, as doações ao PL para a campanha de Bolsonaro

A boa nova, para Valdemar, claro, é que Jair Bolsonaro está mais flexível e já teria aceitado pedir doações, algo que nunca havia feito.

Aquecimento: Valdemar toma 'aula de mercado' para... conversa com a Faria Lima

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos