Bolsonaro usa live para atacar Lula sobre gestão do BNDES

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Presidente Jair Bolsonaro
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Maria Carolina Marcello

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro utilizou grande parte da transmissão ao vivo por vias sociais nesta quinta-feira para atacar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em relação ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e repetiu alertas para os riscos que avalia existirem sobre a possível volta de Lula ao poder.

Para Bolsonaro, uma eleição de Lula seria "um crime", acrescentando que "está no DNA do PT fazer essas besteiras".

"Vai acontecer o que aconteceu no passado, não vai ser diferente. O que tem de informações aqui eu não tenho prova, né, que está tudo pronto o futuro possível governo do Lula. Muitos desses atores vão retornar. E vão voltar fazendo a mesma coisa ou até pior. Acho até que se eles voltarem, vão voltar para nunca mais sair daqui", disse o presidente na live.

"Então não é um retrocesso, é um crime que se vai fazer reconduzindo à cena do crime o cara que comandou o país por oito anos", afirmou, questionado sobre o que acha que acontecerá caso Lula vença a disputa presidencial.

Não é a primeira vez que Bolsonaro se utiliza de denúncias envolvendo o BNDES para atacar o petista, que vem liderando as pesquisas de intenção de voto com larga vantagem.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos