Bolsonaro vê manifestações de 7 de setembro como “naturais”

O presidente Jair Bolsonaro (PL) declarou que entende como natural que haja protestos de apoiadores deles em 7 de setembro, quando será comemorado o bicentenário da independência do Brasil.

Estão previstos desfiles cívico-militares em Brasília e também o Rio de Janeiro. Assim como ocorreu em 2021, a expectativa é que bolsonaristas façam manifestações com ataques ao Supremo Tribunal Federal e também contra o Tribunal Superior Eleitoral.

“A população vai lá prestigiar o desfile. Deve ter alguns protestos, é natural”, disse Jair Bolsonaro em entrevista à rádio Guaíba. Ao mesmo tempo, o presidente afirmou que “ninguém quer protesto para fechar isso ou aquilo”.

A maior manifestação deve acontecer no Rio de Janeiro, na praia de Copacabana, na Zona Sul. O local é, tradicionalmente, o ponto de concentração de apoiadores de Bolsonaro. Sobre o desfile no Rio, o presidente declarou que haverá um desfile, com duração de cerca de uma hora e com apresentação das Forças Armadas, a PM do estado, do Corpo de Bombeiros e de escolas militares.

Sobre o processo eleitoral, o presidente declarou que acredita ser possível “ganhar essa guerra dentro das quatro linhas”, isto é, sem desrespeitar a constituição. Ao mesmo tempo, na entrevista, Bolsonaro criticou o STF e chamou o ministro Luis Roberto Barroso de mentiroso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos