Bolsonaro vai à Fiesp no dia do lançamento de manifesto em defesa da democracia

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Ueslei Marcelino)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) aceitou convite da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) para o ciclo de encontros com candidatos à Presidência e a entidade.

Segundo a coluna da jornalista Vera Magalhães, do jornal O Globo, a participação do chefe do Executivo será no dia 11 de agosto, às 16h. No mesmo dia, às 10h, ocorrerá ato na Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo), no Largo São Francisco, que marcará o lançamento de dois manifestos em defesa da democracia, um deles encabeçado pela própria Fiesp.

Bolsonaro (PL) ironizou nesta segunda-feira (1º) os empresários que assinaram a carta aberta pela democracia. Segundo o portal Metrópoles, em conversa com apoiadores, o chefe do Executivo chamou os subscritores de “mamíferos”.

“Esse manifesto aí foi assinado por banqueiros, artistas, e tem mais uma classe aí… Alguns empresários, mamíferos”, disse o mandatário, em tom de ironia.

Até hoje, o manifesto tinha mais de 643 mil assinaturas.

O documento “Carta aos brasileiros e brasileiras em defesa do Estado Democrático de Direito” foi feito para defender a democracia e as urnas eletrônicas. Além disso, sem citar nomes, a carta diz que o Brasil “está passando por um momento de imenso perigo para a normalidade democrática, risco às instituições da República e insinuações de desacato ao resultado das eleições”.

O manifesto lançado pela Fiesp conta com a adesão da Febraban, da Fecomércio, de todas as centrais sindicais e de outras entidades patronais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos