Bolsonaro vai ficar distante de Lula na posse de Moraes no TSE

Tanto Lula quanto Jair Bolsonaro confirmaram presença na possa de Alexandre de Moraes como presidente do TSE (Fotomontagem Yahoo Notícias, com imagens de Mateus Bonomi/Anadolu Agency via Getty Images; e REUTERS/Adriano Machado)
Tanto Lula quanto Jair Bolsonaro confirmaram presença na possa de Alexandre de Moraes como presidente do TSE (Fotomontagem Yahoo Notícias, com imagens de Mateus Bonomi/Anadolu Agency via Getty Images; e REUTERS/Adriano Machado)

Na próxima terça-feira (16), Lula (PT) e Jair Bolsonaro (PL) vão se encontrar na posse de Alexandre de Moraes como presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Os dois adversários devem se manter distantes durante a cerimônia.

Segundo informações da coluna do jornalista Igor Gadelha, do Metrópoles, Bolsonaro estará na mesa principal, ao lado dos ministros do TSE e de chefes de outros poderes, como Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, e Rodrigo Pacheco (PSD-MG), presidente da Câmara.

Já os ex-presidentes, como Michel Temer (MDB) e Dilma Rousseff (PT), além do próprio Lula, estarão em um espaço com outras autoridades convidadas. José Sarney (MDB) e Fernando Collor (PTB) também foram convidados para a cerimônia.

Apesar da distância durante a cerimônia, Bolsonaro poderá encontrar os ex-presidente que estarão no local em outros lugares do TSE. Após a cerimônia de posse, haverá um coquetel e fila de cumprimentos aos empossados. Além de Moraes como presidente, o evento também terá a posse de Ricardo Lewandowski como vice-presidente da Corte.

Confirmação de Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai comparecer à posse do ministro Alexandre de Moraes na presidência do TSE, em Brasília, na terça-feira.

São esperadas 2,1 mil pessoas na cerimônia, segundo estima a segurança do tribunal.

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022: