Bolsonaro vai a hospital visitar Michelle após procedimentos cirúrgicos

BRASÍLIA – O presidente Jair Bolsonaro visitou na noite desta quinta-feira a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, que passou por procedimentos cirúrgicos em um hospital de Brasília. Michelle trocou as próteses de silicone nos seios e fez intervenções para corrigir uma hérnia umbilical e o afastamento dos músculos do abdômen, o que pode acontecer em mulheres que já ficaram grávidas.

Segundo o boletim médico, as cirurgias foram bem-sucedidas, e a previsão é que ela tenha alta em até dois dias. O cirurgião Régis Ramos disse que o implante de silicone foi substituído porque o anterior causava desconforto, já que tinha cerca de dez anos.

Os procedimentos levaram cerca de quatro horas e foram realizados no DF Star, hospital de alto padrão inaugurado em junho do ano passado. As instalações contam com painéis de Burle Marx e quadros com referências a monumentos de Brasília.

“A senhora primeira-dama da República, Michelle Bolsonaro, na tarde desta quinta-feira, 2, no Hospital DF Star, em Brasília, foi submetida a procedimento de troca da prótese mamária relacionado a encapsulamento e fechamento de diástase de abdome devido a duas gestações. O procedimento foi bemsucedido e a paciente está bem. A previsão é de alta nas próximas 48 horas”, diz o boletim.

Bolsonaro ficaria na base naval de Aratu, na Bahia, até domingo, mas decidiu antecipar o retorno e voltou a Brasília na terça-feira. O presidente anunciou que visitaria a primeira-dama no fim de uma transmissão ao vivo no Facebook nesta noite. O Palácio do Planalto já havia informado que Michelle passaria por procedimentos estéticos, mas sem especificar a data e quais cirurgias seriam feitas.

Ao deixar o hospital, Bolsonaro disse que deve passar por novos exames em fevereiro para investigar se há uma nova hérnia, que seria uma consequência das intervenções pelas quais já passou no abdômen depois da facada que levou durante a campanha eleitoral, em setembro de 2018.