Bolsonaro vai se pronunciar nesta segunda-feira à tarde, diz presidente em exercício do PP

Presidente Jair Bolsonaro após votar em escola no Rio de Janeiro

Por Ricardo Brito

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro (PL) vai fazer um pronunciamento nesta segunda-feira à tarde após ter sido derrotado na véspera no segundo turno da eleição presidencial pelo presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT), disse à Reuters o presidente em exercício do PP, deputado federal Cláudio Cajado (BA), ao acrescentar que os detalhes sobre o formato da fala estão sendo discutidos.

"Em princípio, querem que ele leia um texto, mas o formato ainda não está definido", disse Cajado, destacando que também não está certo que Bolsonaro vai reconhecer publicamente a derrota para Lula.

O presidente ainda não se manifestou sobre o resultado das eleições quase 17 horas depois da definição do pleito, de acordo com os dados de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Diversos chefes de Estados estrangeiros, incluindo os presidentes dos Estados Unidos e da China, já reconheceram a vitória de Lula, que assumirá em 1º de janeiro para um terceiro mandato.

Antes das eleições, o presidente fez uma série de ataques sem provas ao sistema eleitoral e chegou a insinuar que poderia não aceitar o resultado das urnas eletrônicas. Após o último debate, ele disse que quem tivesse mais votos "levaria".

Aliados de Bolsonaro já usaram as redes sociais para admitir a vitória de Lula. Nesta tarde, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), um dos coordenadores da campanha do pai, foi às redes sociais para elogiar o apoio recebido.

"Obrigado a cada um que nos ajudou a resgatar o patriotismo, que orou, rezou, foi para as ruas, deu seu suor pelo país que está dando certo e deu a Bolsonaro a maior votação de sua vida! Vamos erguer a cabeça e não vamos desistir do nosso Brasil! Deus no comando!", disse no Twitter.