Bolsonaro vira piada em famoso talk-show nos EUA, após atos golpistas em Brasília

Jair Bolsonaro (PL) foi tratado como piada, na noite da última segunda-feira (9), no talk-show "The late show", um dos programas de TV de maior audiência nos Estados Unidos. O apresentador e comediante Stephen Colbert comentou as ações golpistas promovidas por bolsonaristas radicais em Brasília, no último domingo (8), e comparou o ex-presidente brasileiro com o ex-presidente americano Donald Trump.

Dano irreparável: Terroristas destroem relógio que foi dado de presente para a família real pela corte de Luís XIV

Em família: Após atos golpistas, Regina Duarte pede calma, e Gabriela Duarte se opõe à mãe: 'Não me representa'

"Eis uma grande história no Brasil, o país cujo principal lema é: 'Português. Nós falamos português'. Eles acabaram de passar por uma eleição presidencial, e o perdedor é um político da extrema direita, uma tartaruga que acabou de perder sua cenourinha baby", disse o apresentador.

"Bolsonaro argumenta que ele perdeu as eleições no país devido a uma fraude. Se isso nos soa familiar, escute só essa: ontem (no domingo, dia 8), vândalos apoiadores de Bolsonaro invadiram o Congresso brasileiro e o edifício onde está o gabinete presidencial. Não! Não! Eu não posso assistir a esse filme novamente. Sei como termina! Com todos gostando da versão brasileira de Liz Cheney (deputada americana que se posicionou contra Trump, apesar de votar 93% das vezes com o ex-presidente quando ele estava na Casa Branca). Não posso gostar dela novamente. Sou muito emocional", ele disse, arrancando gargalhadas da plateia.

O apresentador se referia ao momento em que, há dois anos — em 6 de janeiro de 2021 —, trumpistas radicais invadiram o Capitólio, sede do governo americano, para impedir a diplomação de Joe Biden após a derrota de Donald Trump nas eleições. "Os vândalos (no Brasil) foram retirados pela polícia, e esse foi um dia sombrio para a democracia brasileira, levando os especialistas a dizerem: '8 de janeiro é o 6 de janeiro do Brasil'", afirmou o comediante.

Stephen Colbert fez uma breve descrição da destruição deixada pelos terroristas em Brasília, que depredaram o patrimônio público no Palácio do Planalto, no Congresso e no Supremo Tribunal Federal (STF). "Assim como o nosso 6 de janeiro, a insurreição brasileira teve vândalos invadindo os prédios do governo, atacando policiais com os mastros da bandeira do país e quebrando as janelas... Peraí, um segundo!", disse ele, interrompendo-se ao exibir uma das imagens dos golpistas em ação. "Eles já estão dentro (do prédio). Por que eles estão quebrando as janelas? É para serem acusados de quebrar e sair de lá?".

O apresentador segue, enquanto exibe na tela uma notícia veiculada pelo "The New York Times": "As semelhanças não param por aí. Vídeos nas redes sociais mostram um vândalo defecando dentro do prédio do Supremo Tribunal Federal. Ah, não... Agora vão ter que limpar o...", contou.