Bolsonaro volta a questionar eficácia de vacina: 'Por que estão explodindo casos em Xangai?'

Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Jair Bolsonaro (Foto: REUTERS/Adriano Machado)

O presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a questionar nesta quinta-feira (19) a eficácia da Coronavac, vacina contra a covid-19 desenvolvida pelo Instituto Butantan, em São Paulo, em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

O mandatário citou, durante transmissão ao vivo nas redes sociais, cidades da China que estão tendo um aumento do número de casos do coronavírus.

“De poucas semanas para cá, estamos vendo a explosão de casos de covid na China. Não vou fazer juízo de valor, mas de onde é a Coronavac?”, disse.

“Se no país onde nasceu a Coronavac o povo está se contaminando em larga escala, o que está acontecendo? Por que estão explodindo casos em Xangai e em outros grandes centros?”, continuou.

A população da cidade de Xangai, citada por Bolsonaro, passou as últimas semanas tendo que cumprir um isolamento rígido após o governo adotar uma política chamada “Covid Zero”.

Tomar as doses de imunizantes contra a covid-19 não impede de contrair a doença, e sim evita complicações, como a hospitalização e a morte.

A OMS (Organização Mundial da Saúde) aprovou o uso emergencial da Coronavac, após considerá-la segura, efetiva e de qualidade garantida.

Além disso, a Coronavac teve seu uso emergencial aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em 17 de janeiro do ano passado —a vacina foi a primeira a ser usada contra a covid-19 no país.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos