Bolsonaro volta ao Palácio do Planalto depois de 20 dias de reclusão

O presidente Jair Bolsonaro foi nesta quarta-feira ao Palácio do Planalto pela primeira vez em 20 dias. A última ocasião em que Bolsonaro esteve na sede da Presidência foi no dia 3, para um rápido encontro com o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin.

Desde que foi derrotado na eleição presidencial, no dia 30 de outubro, essa foi a terceira vez que Bolsonaro esteve no Planalto. De acordo com o vice-presidente Hamilton Mourão, Bolsonaro teve um infecção na perna, chamada erisipela. A Presidência, no entanto, não se pronunciou oficialmente sobre o assunto.

Bolsonaro fez seu último pronunciamento público no dia 2 de novembro, quando pediu o desbloqueio das rodovias por seus apoiadores, que pedem intervenção militar, em atos antidemocráticos.

No seu período de reclusão no Palácio da Alvorada, o presidente também deixou de fazer as suas tradicionais transmissões ao vivo, que costumavam ser realizadas às quintas-feiras, e quase interrompeu publicações em redes sociais. Bolsonaro, no entanto, seguiu recebeu ministros, auxiliares e alguns aliados em sua residência.