Bolsonaro volta a atacar o STF e repete notícia falsa que motivou cassação de deputado

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BRASÍLIA - O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira que o deputado federal Fernando Francischini (União-PR) "não espalhou fake news" e disse que ele próprio, Bolsonaro, já fez as mesmas acusações que custaram o mandado do parlamentar. Pouco antes do discurso do chefe do Executivo, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a cassação de Francischini por propagação de notícias falsas sobre o sistema eleitoral.

--- Aqui do outro lado da Praça dos Três Poderes uma turma do Supremo Tribunal Federal por 3 a 2 mantém a cassação de um deputado acusado em 2018 de espalhar fake news. Esse deputado não espalhou fake news, porque o que ele falou na live eu também falei para todo mundo: que estava havendo fraude nas eleições de 2018 -- disse Bolsonaro.

O julgamento de Francischini foi o primeiro em que houve condenação de um parlamentar por fake news no TSE e é considerado um marco para casos parecidos. O parlamentar foi cassado em outubro do ano passado pelo TSE por dizer sem provas, durante uma live, que as urnas eletrônicas estavam fraudadas para impedir a eleição de Jair Bolsonaro à Presidência da República. A live foi realizada no dia do primeiro turno das eleições de 2018. Bolsonaro repetiu as acusações durante o discurso no Palácio do Planalto.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos