Bolsonaro volta da praia, recebe ministros e deve retomar agenda na segunda-feira

TALITA FERNANDES E THIAGO RESENDE
***FOTO DE ARQUIVO*** BRASILIA, DF, BRASIL, 26-12-2019 - O presidente Jair Bolsonaro cumprimenta apoiadores na porta do Palácio da Alvorada. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente Jair Bolsonaro voltou a Brasília na manhã de desta terça-feira (31) para passar o Réveillon com a primeira-dama, Michelle Bolsonaro. Ele estava na Bahia desde sexta-feira (27), onde ficaria até o dia 5 de janeiro.

Bolsonaro mudou os planos e deixou a Base Naval de Aratu, em Salvador, por volta de 9h. Ele chegou ao Palácio do Alvorada às 11h15, acompanhado de sua filha caçula, Laura, 7. O presidente deverá voltar a despachar no Palácio do Planalto a partir de segunda-feira (6).

Na portaria do Alvorada, o presidente desceu do carro oficial e cumprimentou apoiadores. O presidente não concedeu entrevista, mas disse que voltou porque estava com "saudade de vocês [imprensa]".

Logo após entrar no palácio, o presidente recebeu o ministro-chefe da Secretaria-Geral, Jorge Oliveira. No encontro, eles discutiram a correção do salário mínimo para 2019. Bolsonaro também recebeu o ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

A previsão era a de que Bolsonaro passasse a virada de ano com a família no Alvorada. 

Inicialmente, Michelle iria para a base naval de Aratu, a 42 km de Salvador, com o presidente, mas não embarcou. Na sexta, Bolsonaro informara que ela passaria por um procedimento cirúrgico, sem dar detalhes. Questionada na ocasião, a primeira-dama disse apenas que "não é nada grave".

O Palácio do Planalto não informou o motivo da cirurgia. De acordo com um auxiliar presidencial, é "simples procedimento estético" e de "rápida recuperação".

Michelle passou por uma cirurgia para correção de desvio de septo em julho. A operação no nariz foi feita no HFA (Hospital das Forças Armadas), com o qual a Presidência da República tem convênio.