Bolsonaro vota sob forte esquema de segurança na Vila Militar (RJ)

André Coelho
·1 minuto de leitura
Foto: Antonio Scorza
Foto: Antonio Scorza

Sob forte esquema de segurança, o presidente da República Jair Bolsonaro votou neste domingo em uma escola municipal da Vila Militar, em Deodoro. Bolsonaro chegou ao local sozinho por volta das 10h, e demorou cerca de sete minutos no para votar.

Assim que desceu do carro, o presidente se dirigiu a um pequeno grupo de apoiadores e trocou rápidas palavras com as cerca de 10 pessoas que estavam à sua espera.

Na saída, Bolsonaro atendeu a pedido de uma eleitora que permanecia no local e posou para uma foto. O presidente não falou com a imprensa.

A entrada de eleitores na sessão, que era feita por meio de uma barreira com detectores de metais e revista de bolsas e mochilas, ficou paralisada enquanto o presidente estava dentro da Escola Municipal Rosa da Fonseca.

Bolsonaro desembarcou no aeroporto do Campo dos Afonsos, próximo à Vila Militar, vindo de Brasília, por volta das 9h40. Ele deve ficar na cidade até o meio da tarde, quando retorna para a capital.

No pleito municipal, o presidente da República também marcou presença. Em suas lives semanais, ele promoveu 58 candidaturas em todo o país.

O apoio de Bolsonaro foi para candidatos de 14 partidos diferentes. A sigla que mais detém candidatos apoiados pelo presidente é o DEM, mesmo partido do presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

No Rio, Bolsonaro gravou vídeo de apoio a Marcelo Crivella, do Republicanos, mas falou bem de Eduardo Paes, do DEM.

Na mais recente pesquisa Ibope, Paes aparece com 35% das intenções de voto. Em segundo lugar está o atual prefeito Crivella, com 14%, seguido por Benedita da Silva. A petista tem 13% das intenções de voto.