Bolsonaro zomba de execução de Lázaro: "Ele não morreu de covid?"

·1 minuto de leitura

O presidente Jair Bolsonaro ironizou a morte de Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, ocorrida após uma ação policial em Águas Lindas de Goiás (GO). "Tem gente chorando pelo Lázaro. Ele não morreu de covid, não?!", questionou durante conversa com apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília. 

Os policiais militares envolvidos na morte do suspeito de matar uma família no Distrito Federal— disseram ter atirado cerca de 125 vezes contra o suspeito em Boletim de Ocorrência registrado depois do fim da megaoperação, que completou 20 dias. 

Na manhã de hoje, Bolsonaro comemorou a morte de Lázaro Barbosa pela polícia nesta segunda-feira (28). Nas redes sociais, parabenizou a Polícia Militar de Goiás e disse que o CPF de Lázaro foi cancelado, uma analogia para dizer que o criminoso está morto. 

Com informações do UOL.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos