Bomba da Segunda Guerra Mundial explode e deixa feridos na Alemanha

·1 min de leitura
Police and firefighters secure the scene after an old aircraft bomb exploded during construction work at a bridge the busy main train station, injuring three people in Munich, Germany, December 1, 2021.     REUTERS/Andreas Gebert
Cena do local com equipes de resgate após a explosão. Foto: REUTERS/Andreas Gebert
  • Um dos atingidos está em estado grave

  • Artefato tinha 250 quilos e estava em canteiro de obra na cidade

  • País desarma 5 mil bombas da época ao ano

Na manhã desta quarta-feira (1), uma bomba da Segunda Guerra Mundial explodiu perto da estação central de trem de Munique, na Alemanha. Três pessoas ficaram feridas.

A bomba de 250 quilos foi acionada durante uma perfuração em uma obra da companhia ferroviária Deutsche Bahn, segundo informou o ministro do Interior alemão, Joachim Hermann, que esteve no local.

A polícia informou que um dos feridos está em estado grave. A organização relatou também que a explosão causou um estrondo forte, que foi seguido por uma coluna de fumaça. Foram acionados para a ocorrência diversas viaturas dos bombeiros, dois helicópteros e dezenas de socorristas.

O tráfego de trens na estação precisou ser interrompido após o incidente, afetando a circulação ferroviária de locomotivas regionais e de longa distância.

Bombas não detonadas são comuns na cidade

Até o momento, não se sabe porque a bomba não foi descoberta antes, já tendo se passado 75 anos do fim da guerra. No entanto, ainda é comum encontrar munições não detonadas na Alemanha datadas do período.

A cada ano, peritos desarmar cerca de 5 mil bombas junto de toneladas de outras munições, no território alemão.

Normalmente, quando há trabalhos de construção no centro da cidade de Munique, são feitas análises e buscas por bombas não detonadas.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos