Homem abatido em aeroporto na França tinha consumido drogas e álcool

Paris, 19 mar (EFE).- O homem abatido no sábado no aeroporto parisiense de Orly após ter atacado uma militar tinha consumido drogas e álcool, como revelou a autópsia realizada neste domingo, segundo fontes judiciais.

As análises toxicológicas detectaram maconha, cocaína e 0,93 gramas de álcool por litro de sangue no corpo do agressor, assinalaram as fontes.

A investigação do caso, conduzida pela seção antiterrorista da Procuradoria de Paris, tenta determinar o que motivou o ataque.

O homem, identificado como Ziyed Ben Belgacem, um francês de 39 anos com vários antecedentes criminais por roubo e tráfico de entorpecentes, atirou em uma policial no início da manhã de sábado, deixando-a levemente ferida.

Posteriormente, se dirigiu ao aeroporto de Orly, onde atacou uma militar do dispositivo antiterrorista do terminal lugar e roubou sua arma, quando os outros dois soldados o derrumaram com três disparos.

Belgacem griou momentos antes que estava disposto a "morrer por Alá".

Três pessoas foram detidas para serem interrogados após o ataque: o pai, o irmão e um primo de Belgacem.

O primeiro foi liberado durante a madrugada, enquanto os outros dois o foram soltos no início da noite deste domingo, todos sem acusações. EFE