"Assassino do Facebook" se mata após perseguição nos EUA, diz polícia

Washington, 18 abr (EFE).- O criminoso que ficou conhecido como "assassino do Facebook" foi encontrado morto na cidade de Erie após uma rápida perseguição policial na manhã desta terça-feira, informou a polícia do estado da Pensilvânia.

Steve Stephens, que no domingo matou com um tiro um idoso escolhido ao acaso em Cleveland (Ohio) e divulgou o vídeo do assassinato na rede social Facebook, foi achado morto em seu veículo com um ferimento fatal de bala causado por si mesmo, de acordo com o Twitter da polícia local.

As forças de segurança federal e de vários estados começaram a procurarar Stephens no domingo, perante o temor de que continuasse a matar como prometeu em outro vídeo posterior ao assassinato. EFE