Bombeiros combatem incêndio florestal perto da cidade inca de Machu Pichu

Machu Pichu

LIMA (Reuters) - Bombeiros no Peru estavam combatendo nesta quinta-feira o avanço de um incêndio que começou dois dias atrás, perto da cidade inca de Machu Picchu, disseram os membros da brigada da região.

O fogo, que afeta uma área que equivale à metade do tamanho da Cidade do Vaticano, foi causado por agricultores que queimaram palha e resíduos de suas colheitas sazonais, atividade preparatória para reiniciar o cultivo, segundo as autoridades do governo regional de Cusco, maior zona turística do país.

O prefeito da cidade de Cusco, Darwin Boca, afirmou que até esta terça-feira, cerca de 20 hectares foram afetados pelo incêndio florestal. “Será feita uma nova avaliação, há mais alguns hectares que estão sendo acrescidos”, disse a jornalistas, perto da região.

Machu Pichu, complexo de prédios de pedra em cima de uma montanha, é um local inca construído há mais de 500 anos.

“Lamentavelmente, já estamos há dois dias combatendo o incêndio florestal e não foi possível controlá-lo, devido à morfologia da região, que é bastante inacessível”, disse Roberto Abarca León, chefe do escritório de gestão de riscos e segurança de Cusco.

(Reportagem de Carlos Valdez da Reuters TV)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos