Bombeiros confirmam 2º morte em prédio que desabou em Fortaleza

Bombeiros confirmaram mais uma morte, na manhã desta quarta-feira. (Foto: Jose Leomar/Diario do Nordeste via AP)

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Militares confirmaram a 2ª morte de vítima do desabamento do edifício em Fortaleza

  • Segundo os Bombeiros, o corpo é de uma mulher e estava em área de difícil acesso

O Corpo de Bombeiros confirmou a morte de mais uma pessoa no desabamento do prédio de 7 andares, em Fortaleza, que caiu na manhã de terça-feira (15). Com isso, subiu para dois o número de óbitos confirmados na tragédia.

O coronel Luís Eduardo Soares Holanda, comandante dos Bombeiros, confirmou ao portal G1 que o corpo é de uma mulher e está em uma área de difícil acesso. Na noite de terça, os militares confirmaram a morte de um homem, identificado como Frederick Santana dos Santos, de 30 anos, que estava em um mercadinho ao lado do prédio.

Assista o vídeo do momento exato do desabamento.

Ao todo, 9 pessoas já foram resgatadas com vida do local. A estimativa dos bombeiros é de que mais 9 pessoas estejam sob os escombros.

Na noite de terça, a Prefeitura de Fortaleza se manifestou apontando que o prédio foi construído de maneira irregular. De acordo com a prefeitura, havia um casa no lugar do Edifício Andrea até o ano de 1995. Exatamente por ser irregular, a construção não apresenta registros oficiais, de acordo com a própria Prefeitura.

O prédio tinha 14 apartamentos, sendo 2 por andar, e estavam ocupados no momento do desabamento, ocorrido por volta das 10h20. No fim da tarde de terça-feira, o Corpo de Bombeiros disse que trabalha com a possibilidade de que 18 pessoas estivessem no local no momento do desabamento. O número foi estipulado de acordo com as informações prestadas por familiares dos moradores do edifício.

ESTRUTURA PRECÁRIA

Um vídeo que circula nas redes sociais revela a estrutura de pilastras que supostamente seriam do prédio. O vídeo, segundo o jornal O Povo Online, seria de uma moradora do prédio e teria sido gravado na segunda-feira (14). Nele, são mostradas as estruturas de duas pilastras que seriam do edifício residencial, envoltas em sacos plásticos e com vigas de ferro à mostra. A moradora, ainda segundo O Povo Online, enviou o vídeo na noite de segunda em um grupo de WhatsApp.

ENTENDA O CASO

Um prédio residencial desabou, na manhã desta terça-feira (15), no Bairro Dionísio Torres, em Fortaleza. O prédio fica localizado na esquina na Rua Tibúrcio Cavalcante com Rua Tomás Acioli.

O prédio, segundo testemunhas, era habitado. Logo após o ocorrido, muitos moradores saíram correndo de dentro do condomínio. O Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Defesa Civil e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionada ao local. Um helicóptero do Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer) tenta pousar para resgatar vítimas gravemente feridas.

Os militares alegam que há risco de explosões devido a um possível vazamentos de gás e risco de choque elétrico devido aos fios de energia espalhados pela rua. Um trecho da Avenida Antônio Sales até a a Avenida Tomás Acioli ficou bloqueado.