A poucas horas do réveillon, bombeiros liberam queima de fogos em todos os pontos do Rio

·2 min de leitura

O Corpo de Bombeiros liberou a queima de fogos em todos os dez pontos da cidade no começo da noite desta sexta-feira, a horas do réveillon, depois que a prefeitura entregou a documentação de sete pontos nas zonas Oeste e Norte.

Os documentos foram enviados aos bombeiros pela Riotur por volta de 17h, uma hora antes do prazo determinado pela corporação. Depois da aprovação dos documentos, equipes fazem vistoria nos pontos de Igreja da Penha, Barra da Tijuca, Recreio, Parque Madureira, Bangu, Ilha do Governador e Piscinão de Ramos.

O comandante do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro e secretário de Estado de Defesa Civil, coronel Leandro Monteiro, afirmou que a documentação já foi aprovada e equipes começaram a fiscalização no começo da noite desta sexta.

— Observamos hoje que (a organização) não tinha dado entrada na documentação, e entramos em contato com a Prefeitura. Deram entrada agora no final do dia com a documentação dos outros pontos, está tudo ok. Agora, tem equipe nossa vistoriando os pontos e acredito que não deve ter problema para a aprovação — explica.

Monteiro explica que, até o começo desta sexta, a prefeitura enviou documentação apenas para a queima de fogos em Copacabana e no Flamengo, ambos na Zona Sul da cidade.

Na tarde desta véspera de ano novo, o Corpo de Bombeiros anunciou que sete dos dez pontos determinados pela prefeitura no começo de dezembro ainda não haviam apresentado documentos. A corporação determinou que a Riotur entregasse os papéis para a vistoria até às 18h.

Na tarde da véspera de ano novo, o Corpo de Bombeiros anunciara que sete dos dez pontos determinados pela prefeitura no começo de dezembro ainda não estavam liberados por falta de documentos. A corporação determinou que a Riotur entregasse os papéis para a vistoria até 18h.

Caso a secretaria não enviasse dentro do prazo, o show dos fogos seria suspenso nesse pontos. Procurada, a Riotur afirmou que apurava o caso.

Além da queima de fogos da prefeitura do Rio, o Corpo de Bombeiros ainda trabalha na noite deste dia 31 na liberação de outros eventos do estado. São casos em que os organizadores pediram autorização no início do mês, mas que a corporação pediu ajustes, que deveriam ter sido sanados há dois dias. Segundo Leandro Monteiro, dois eventos na Ilha da Gigoia, na Barra da Tijuca, foram interditados. Um deles contaria com o show da cantora Ludmilla.

— Temos uma equipe de plantão analisando vários processos, e a nossa ideia é liberar o quanto antes. Esses eventos deveriam ter entrado com dois dias úteis de antecedência. Abri uma exceção devido as cidades estarem cheias de turistas. Tem pessoas que estão entrando com o processo de legalização ainda nessa noite. Estamos trabalhando e não queremos atrapalhar o réveillon de ninguém. Mas que curtam a festa com segurança e respeitando a legislação vigente — disse o comandante do CBMERJ

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos