Bombeiros podem suspender queima de fogos em sete dos dez pontos por falta de documentos

·1 min de leitura

RIO — A queima de fogos programada para a virada do ano pode não acontecer em sete dos dez pontos prometidos pela Prefeitura do Rio, nas zonas Norte e Oeste. O Corpo de Bombeiros afirmou, na tarde desta sexta, que a Riotur não protocolou a documentação necessária para os fogos, e tem até às 18h para enviar os papéis ao órgão.

Caso a secretaria não envie dentro do prazo, a queima de fogos em Igreja da Penha, Paruqe Madureira, Recreio, Barr da Tijuca, Bangu, Ilha do Governador e Piscinão de Ramos serão suspensas. O Corpo de Bombeiros, no entanto, não precisou quais documentos estão em falta.

Apesar da situação em pontos nas zonas Norte e Oeste, a festa na Praia de Copacabana, cartão postal do ano novo carioca, não teve intercorrências.

Procurada, a Riotur afirmou que apura o caso.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos