Bombeiros resgatam último corpo desaparecido na Baixada Santista

Flávia Albuquerque – Repórter da Agência Brasil

Foi resgatado na noite de ontem (18) o último corpo que estava desaparecido por causa das chuvas que atingiram a Baixada Santista no início do mês. As equipes atuavam na região do Morro do João Guarda, no Guarujá.

As ações foram concentradas nos morros do João Guarda, do Engenho e do Macaco, em Guarujá; no Parque Prainha e na Vila Valença, em São Vicente; e nos morros da Fontana, Penha e do Tetéu, em Santos. Ao todo morreram 45 pessoas, sendo 34 no Guarujá, oito em Santos e três em São Vicente.

"Os trabalhos de resgate, salvamentos e identificação das vítimas tiveram início logo após o incidente, por meio de uma ação integrada entre diferentes órgãos do governo, dentre eles o Corpo de Bombeiros, a Polícia Militar, com o Comando de Aviação da PM, o Canil, Policiamento Ambiental, CPI-6, Polícia Civil e Técnico Científica. Mais de 2 mil profissionais de diferentes áreas e órgãos foram empenhados nessa operação", disse a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo.