Após acidente, Bono Vox diz que pode não voltar a tocar guitarra

O vocalista do U2, Bono, chega ao estúdio em Londres para o projeto Band Aid 30 (AFP)

O músico Bono Vox, vocalista do U2, pode não voltar a tocar guitarra após machucar gravemente o cotovelo esquerdo num acidente de bicicleta - anunciou o site da banda, nesta quinta-feira.

"Minha recuperação tem sido mais difícil do que eu imaginava. Enquanto escrevo estas palavras não sei se vou voltar a ser capaz de tocar guitarra algum dia", desabafou o cantor.

O comunicado publicado na quinta-feira também garante que o irlandês deve dedicar o primeiro semestre de 2015 a sua recuperação, para que esteja preparado fisicamente para a próxima turnê no grupo.

Os primeiros shows da turnê, que inclui 19 cidades da América do Norte e Europa, estão previstos para meados de maio. "Temos ideias fantásticas para a turnê, só falta eu estar recuperado antes de 14 de maio", disse Bono, de 54 anos.

Todas as aparições públicas antes desta data serão canceladas, segundo o comunicado.

Prova da gravidade de sua lesão, Bono publicou na página do U2 uma radiografia de seu cotovelo após mais de cinco horas de operação. Os médicos tiveram que colocar três placas de titânio, fixadas com 18 parafusos.

"Machuquei minha mão, meu ombro, meu cotovelo e meu rosto, mas a verdadeira ferida este ano foi no meu orgulho irlandês quando descobriram que por baixo da minha roupa de ciclismo eu estava usando um short de lycra amarelo e preto. Sim, LYCRA. Isso não é muito rock 'n' roll", escreveu Bono.

Após o acidente, os outros três membros da banda garantiram que esperam que o companheiro tenha uma recuperação total e que a banda tocará logo novamente.

Sobre a possibilidade de não voltar a tocar guitarra, Bono disse com bom humor que "o grupo lembrou a ele que nem eles, nem a civilização moderna dependem dele".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos