Boris Becker: ex-campeão de Wimbledon é preso por fraude no Reino Unido

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O ex-campeão de Wimbledon Boris Becker, de 54 anos, foi preso nesta sexta-feira após ser condenado a dois anos e meio por esconder 2,5 milhões de libras em ativos e empréstimos para evitar o pagamento de dívidas.

Becker foi condenado no início de abril por quatro acusações sob a Lei de Insolvência do Reino Unido, incluindo a não divulgação, o disfarce e a remoção de bens significativos após um processo judicial de falência.

O ex-atleta foi inocentado de outras 20 acusações, entre elas nove por não entregar seus troféus e medalhas no tênis, incluindo duas de Wimbledon.

O ex-tenista, detentor de seis títulos de Grand Slam, negou ter violado as leis de insolvência do país após declarar falência em 2017, quando devia quase 50 milhões de libras a credores, segundo a BBC.

O hexacampeão de Grand Slams foi julgado culpado por transferir dinheiro para sua ex-mulher Barbara e para sua esposa, de quem está atualmente separado, após a falência em 2017.

- É notável que você não mostrou remorso ou aceitação da sua culpa - disse a juíza Deborah Taylor a ele enquanto o sentenciava a dois anos e seis meses de prisão no Sothwark Crown Court.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos