Boris Johnson destruiu código do Reino Unido com violação ao lockdown, diz especialista

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Por Kate Holton

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro Boris Johnson colocou o Reino Unido em uma crise constitucional ao violar a lei que ele próprio estabeleceu para impedir reuniões sociais durante a pandemia, efetivamente "destruindo o código ministerial" do país, disse o principal especialista em Constituição britânica neste domingo.

Peter Hennessy, historiador e membro da câmara alta do parlamento, disse que Johnson se tornou "o grande detrator da decência na vida pública e política nos tempos modernos" depois de ser multado pela polícia por participar de uma reunião social em Downing Street enquanto estavam vigentes inúmeras restrições devido à Covid-19.

O código ministerial estabelece os padrões de conduta esperados dos ministros e como eles devem cumprir suas funções, de acordo com o site do governo.

Johnson foi acusado por parlamentares de oposição de tentar enganar a Câmara ao dizer no ano passado que todas as regras foram seguidas em Downing Street durante a pandemia. Ele irá ao parlamento na terça-feira para explicar por que foi multado pela polícia.

"Acho que estamos na mais grave crise constitucional envolvendo um primeiro-ministro de que me recordo", disse Hennessy à rádio BBC, perguntando por que alguém aderiria às regras se o próprio primeiro-ministro do país não as segue.

(Tradução Redação Brasília, 55 11 5047-2695)); REUTERS BC)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos