Boris Johnson deve perder cargo e maioria conservadora no parlamento inglês, diz pesquisa

Andrew MacAskill
·1 minuto de leitura

Por Andrew MacAskill

LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, está prestes a perder seu próprio assento e nenhum dos dois principais partidos políticos do país deve conquistar maioria absoluta nas próximas eleições gerais, que serão realizadas em 2024, de acordo com nova pesquisa.

Esta foi a primeira pesquisa detalhada trazendo a percepção do público sobre a forma como Johnson lidou com as negociações recentemente concluídas do Brexit e a pandemia da Covid-19, depois que ele voltou atrás e permitiu que famílias se encontrassem no Natal em regiões do sul da Inglaterra em meio aos esforços de combate à propagação do vírus.

Mais de 22.000 pessoas foram entrevistadas ao longo de um período de quatro semanas em dezembro, com o levantamento conduzido pela empresa de pesquisa Focaldata e publicada pelo Sunday Times.

A chamada pesquisa de regressão e pós-estratificação multinível (MRP, na sigla em inglês) revelou que os conservadores, atualmente no governo, perderão 81 cadeiras, sem a maioria necessária de 80 assentos.

Isso deixaria os conservadores com 284 cadeiras, enquanto o Partido Trabalhista, da oposição, ganharia 282 cadeiras, mostrou a pesquisa.