• Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Boris Johnson mantém confiança dos conservadores

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Boris Johnson respira de alívio.

Os tories mantêm a confiança no primeiro-ministro britânico. A moção de censura desencadeada dentro do Partido Conservador ao chefe do Executivo foi chumbada, esta segunda-feira à noite. Johnson teve o apoio de 211 (60%) deputados conservadores. 148, ou seja 40%, votaram para que abandonasse a liderança do partido e do Governo.

O primeiro-ministro tem sido fortemente criticado por causa do caso Partygate, as festas em Downing Street realizadas durante a pandemia da covid-19 e muitos duvidam que possa conduzir os conservadores a nova vitória nas próximas legislativas.

Recorde-se que Boris Johnson sucedeu a Theresa May que se demitiu em maio de 2019, meio ano depois de ter também ela sobrevivido a uma moção interna de censura. Na época, May obteve 200 votos a seu favor e 117 contra.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos