Borrell: bloqueio russo a exportação de cereais da Ucrânia é "crime de guerra"

O bloqueio da Rússia às exportações de cereais ucranianos é um "verdadeiro crime de guerra", denunciou o chefe da diplomacia europeia aos jornalistas antes de um encontro dos ministros dos Negócios Estrangeiros do bloco, esta segunda-feira.

"É inconcebível. Não se pode imaginar que milhões de toneladas de trigo continuem bloqueadas na Ucrânia enquanto no resto do mundo as pessoas passam fome", acrescentou Borrell, pedindo à Rússia que desbloqueie os portos.

"Este é um verdadeiro crime de guerra. Por isso, não consigo imaginar que dure muito mais."

O chefe da diplomacia europeia também alertou para o "risco de fome" no mundo, em particular em África.

"É a guerra que está a criar aumentos de preços e escassez de energia e alimentos", lembrou Borrell, afirmando que as sanções da União Europeia (UE) não estão a influenciar a crise, porque não visam alimentos ou fertilizantes.

Ressalvou que a UE apoia os esforços das Nações Unidas para encontrar uma solução para desbloquear as exportações, que estão paradas desde o início da invasão russa, no final de fevereiro.

"O problema está no bloqueio russo aos cereais ucranianos. Milhões de toneladas de trigo estão a ser bloqueadas."

Veja o vídeo acima para conhecer mais detalhes.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos