Botafogo adia estreia, e Honda se desculpa: 'Obrigado a todos que compraram ingressos'

Honda só estará apto a jogar no domingo, contra o Bangu

O Botafogo confirmou que Keisuke Honda não jogará contra o Paraná, nesta terça, no Nilton Santos. A estreia do japonês estava prevista para o confronto válido pela Copa do Brasil, mas um gripe adquirida neste fim de semana adiou os planos. O meia estará à disposição para enfrentar o Bangu, domingo, também no Nilton Santos.

Havia grande expectativa em torno desta partida. Depois que o clube bateu o martelo em relação à estreia de Honda, a torcida se mobilizou para comprar ingressos. O anúncio do adiamento foi feito pelo médico do clube Cristiano Cinelli.

– A torcida comprou muito ingresso por conta da possível estreia do Honda e foi mais por consideração com a torcida que esperava a estreia dele amanhã, mas que não será possível. De sexta para sábado ele veio com uma gripe normal e teve uma febre de 37,4. No domingo ele estava sem febre e dor no corpo. De ontem (domingo) para hoje, 24h, está sem febre, assintomático. Conversando com ele, ele disse que não se sente à vontade e disse que queria jogar 100%. Como deixou de treinar ontem e sábado, achamos melhor ele evoluir para o jogo contra o Bangu no domingo – afirmou Cinelli, que tratou de descartar qualquer possibilidade de o japonês ter algo mais grave que uma gripe comum:

– Em época de coronavirus as pessoas ficam cheias de alarde. Mas é pra elucidar a questão do Honda.

O próprio jogador se mostrou frustrado com o novo adiamento. Ele já poderia ter enfrentado o Flamengo, no sábado, no Maracanã. Mas o Botafogo quis aproveitar o apelo de público da estreia e levá-la para um jogo no Nilton Santos, onde tem mais bilheteria.

"Gostaria de me desculpar por não participar do jogo de amanhã. Não pude treinar com o grupo nos últimos dias, porque peguei uma gripe. Obrigado a todos os torcedores que compraram os ingressos e peço desculpas pelo acontecido", diz a mensagem postada na conta de Honda no Twitter.