Botafogo bate o Atlético-MG fora de casa e está vivo na disputa por vaga na Libertadores

O Botafogo fez valer o bom aproveitamento como visitante, venceu a nona partida fora de casa e está vivo na briga pela vaga na Libertadores. Desta vez, a vítima foi o Atlético-MG, que perdeu por 2 a 0, no Mineirão, nesta segunda-feira.

Com 50 pontos, o alvinegro está na décima posição e a apenas dois pontos da zona de classificação.

Ambos os times entraram em campo com objetivo igual: vencer para continuar na luta por uma vaga na Libertadores. Apesar da situação mais confortável na tabela, o Galo parecia mais disposto a ficar com os três pontos.

O time de Cuca chegou a balançar as redes no início do primeiro tempo. Mas a cabeçada de Vargas não valeu, pois Dodô, que fez o cruzamento, estava milimetricamente em posição de impedimento.

Gatito por pouco não entregou de bandeja o gol para o Atlético. O goleiro deu combate a Vargas, saiu da área, foi driblado por Zaracho, que chutou para fora. No lance, Gatito machucou o ombro esquerdo ao cair no chão e teve de ser substituído por Lucas Perri.

Já o Botafogo praticamente não ameaçou o adversário no primeiro tempo e pouco teve a posse de bola. O chute mais próximo ao gol foi do Jeffinho, que isolou por cima do travessão. Tiquinho se atrapalhou com o campo escorregadio do Mineirão. Mas fazia parte da estratégia de jogar pelo contra-ataque.

A entrada de Lucas Fernandes no segundo tempo no lugar de Patrick de Paula foi uma tentativa do treinador em melhorar o toque de bola. Porém, foi o outro Lucas teve de trabalhar para impedir o gol. Perri defendeu um chute, viu Keno colocar a bola na trave e voltar em suas mãos e mais uma finalização rente ao seu gol.

As mexidas de Castro encorparam o time. Com Victor Sá e Luiz Henrique no lugar de Jeffinho e Junior Santos, respectivamente, o time ficou mais forte e veloz no contra-ataque. Aproveitou um erro do Atlético-MG para sair em velocidade: de Luiz Henrique para Tiquinho e Victor Sá colocou a bola na rede.

Minutos depois foi a vez de Lucas Fernandes ganhar a disputa no corpo e cruzar certeiro para Tiquinho confirmar a vitória.